Fome zero e boa nutrição artigo

 

Todos os países da ONU (Organização das Nações Unidas) assumiram o compromisso de, até 2030, acabar com a fome e garantir o acesso a todas as pessoas, em particular os mais pobres e as crianças, de uma alimentação de qualidade, nutritiva e suficiente durante todo o ano.

Uma boa nutrição é fundamental para garantir uma vida saudável e no que às crianças e jovens diz respeito é essencial ao seu bom desenvolvimento. Por exemplo, uma nutrição deficiente, sobretudo uma ingestão insuficiente de vitaminas e minerais, pode comprometer o desempenho escolar e, por conseguinte, criar condições de desigualdade.

Também o consumo em excesso de gorduras e açúcares é um tema de preocupação crescente em países como Portugal, a par de hábitos de vida mais sedentários originando problemas de obesidade e outras doenças relacionadas com o excesso de peso.  

Consciente da importância deste tema, a Associação Mundial das Guias (WAGGGS), em parceria com a Nutrition Internal, tem em curso um programa internacional de promoção do acesso a uma boa nutrição. Participam neste programa as associações de Guias do Bangladesh, Madagáscar, Filipinas, Sri Lanka e Tanzânia.

 

Sabias que…?

Em Madagáscar a expressão “comer uma refeição” (mihinam-bary) significa literalmente comer arroz? Quando o arroz fica demasiado caro, muitas famílias ficam sem conseguir alimentar-se adequadamente, optando por comer apenas milho e batata doce. Em Madagáscar, 50% das raparigas com menos de cinco anos apresentam níveis de desenvolvimento abaixo do desejado por não se alimentarem de forma adequada.

No Sri Lanka cresce o número de raparigas a fazer refeições incompletas, preferindo comer snacks (sandes, barritas, salgados, etc.)  enquanto se deslocam da escola para as muitas atividades extracurriculares em que participam? Para além de alguns desses alimentos serem pobres nutricionalmente, contêm maiores quantidades de sal, açúcar e gorduras.

Nas Filipinas quase dois terços das raparigas na escola primária não ingere iodo suficiente – um nutriente frequentemente adicionado ao sal e também presente de forma natural nos produtos de origem animal? O iodo é essencial ao desenvolvimento neurológico.

Na Tanzânia metade das crianças com menos de cinco anos apresenta falta de Vitamina A, o que pode causar cegueira noturna? As adolescentes, quando comparadas com mulheres adultas, apresentam com regularidade estados de subnutrição e de magreza, aumentando a sua vulnerabilidade já tão ameaçada por casamentos precoces, maternidades adolescentes e acesso limitado a educação e emprego.

No Bangladesh 40% das mulheres entre os 15 e os 49 anos não ingere quantidades suficientes de ferro, o que faz com que se sintam mais cansadas do que seria normal e sem energia suficiente para atingirem o seu potencial?

 

Mais informações sobre o programa da WAGGGS aqui 

 

Partilhar esta notícia

Queres Ser Guia?

Formulário Queres Ser Guia

O Que Está A Acontecer
WAGGGS

wagggs

Av. Miguel Bombarda Nº 128, R/C Esq. 1050-167 Lisboa   |   Tel.: 217 938 227   |   Fax: 217 938 228   | 
 
Ver Política de Dados Pessoais.
 
Direitos de autor © 2020 Associação Guias de Portugal. Todos os direitos reservados.